domingo, 31 de março de 2013

Quero Ver Novamente #22



Em outra oportunidade, o Cinema Com Pimenta publicou uma lista de sete filmes religiosos essenciais. No topo estava "Rei dos Reis" (King Of Kings, 1961), longa-metragem dirigido por Nicholas Ray - um dos cineastas mais importantes de Hollywood - que narra, mais uma vez, a "maior história de todos os tempos" (para citar o título de uma outra produção sobre Cristo, esta de George Stevens). O diferencial de "Rei dos Reis", em relação a outras adaptações da vida de Jesus, é justamente a direção primorosa de Ray, responsável por uma impecável fotografia em cinemascope, além de ângulos diferenciados e uma bela condução do elenco sem grandes estrelas. Quando criança, eu vi e revi "Rei dos Reis" várias vezes durante a Semana Santa e nunca esqueci de sua belíssima passagem do famoso Sermão da Montanha. De fato, esta é, provavelmente, a melhor "pasagem-de-sermão-da-montanha" já filmada, impecável em sua fotografia e encenação. Abaixo, segue o vídeo com dita sequência em que Jesus (interpretado por Jeffrey Hunter), além de discursar, ensina seus seguidores a rezar, sendo a origem da oração do "Pai Nosso".

Aproveito para desejar uma Feliz Páscoa aos leitores. Que Deus ilumine a todos. Grande abraço!



Blog Widget by LinkWithin

3 comentários:

Jefferson C. Vendrame disse...

Grande Fábio,

Bela Lembrança. Jeffrey Hunter, na minha humilde opinião, foi o melhor intérprete de Cristo da história do cinema. Esse filme também não fica atrás e é sem dúvidas um dos melhores sobre a vida de Jesus, completamente ao contrário do longo e cansativo de Stevens.

Parabéns pelo Post.

Abraços!

Maxwell Soares disse...

Olá, Fábio. Hunter é grandioso nesta interpretação. Viver esse papel não é coisa, assim, tão simples. Vê-lo atuando neste filme é bálsamos. No mais um abraço...

Celo Silva disse...

Ainda não tive oportunidade de assistir esse filme, mas sendo do Ray, preciso ver logo.