sábado, 6 de dezembro de 2008

Dica de Livro


Esta semana adquiri um exemplar do livro "1001 Filmes Para Ver Antes de Morrer". É bastante interessante o apanhado realizado nesta obra, trazendo filmes dos primórdios do cinema, como "Viagem à Lua", até obras contemporâneas como a trilogia "O Senhor dos Anéis". Todavia, o que mais me chamou a atenção foi o fato de, mesmo em uma lista com 1001 filmes, ainda ocorrerem grandes injustiças e até absurdos. O mais notável neste quesito é a ausência "O Grande Ditador", um dos filmes mais famosos de Charles Chaplin, genial e até inquestionável e "Um Dia Muito Especial", de Ettore Scola, um dos mais belos filmes da história do cinema. Contudo, também fiquei espantado com a quantidade de filmes brasileiros presentes, até porque entre os críticos responsáveis pela seleção não há um brasileiro sequer. Recomendo a todos, tanto aos iniciantes quanto aos graduados. Essas listas sempre servem como referência e o preço é bem em conta (principalmente se levarmos em consideração a quantidade e qualidade de suas páginas).
Blog Widget by LinkWithin

2 comentários:

Felipe disse...

Na verdade, quando o livro é traduzido e editado para ser lançado aqui, eles tiram alguns filmes da lista original e substituem com alguns filmes considerados importantes da filmografia brasileira. Por isso que há vários títulos brasileiros no livro.

Tem mais detalhes nesse link:

http://oglobo.globo.com/blogs/cinema/post.asp?t=edicao-nacional-de-livro-descarta-12-producoes-estrangeiras&cod_Post=147394&a=18


Abraço!

Fábio Henrique Carmo disse...

Obrigado pela informação, Felipe. Não tinha conhecimento dessas inclusões/exclusões. De qualquer forma, isso é interessante para o público local, já que em outras obras semelhantes isso não aconteceu. No "1001 Discos", por exemplo, a presença brasileira é mínima, até mesmo considerando a qualidade e importância da música nacional.

Um abraço!