quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Save Hughes!


É bastante provável que você já tenha assistido a um filme de John Hughes. Ou será que nunca viu "Clube dos Cinco", "Gatinhas e Gatões" e "A Garota de Rosa Shoking"? Nenhum deles? Então repito a perguta exemplificando com o seu mais emblemático filme: nunca viu "Curtindo a Vida Adoidado"? Ahááá!!!

Pois bem, hoje faleceu o diretor, roteirista e produtor John Hughes, o rei das comédias adolescentes dos anos 80. Ele estava com 59 anos e sofreu um enfarte em Nova York, durante uma caminhada, deixando esposa, dois filhos e quatro netos. Quem viveu os anos 80 com certeza terá sempre um lugarzinho guardado na memória para suas produções. Afinal, quem, pelo menos uma vez na vida, não quis ser o próprio Ferris Bueller?

Save Ferris! Save Hughes!
Blog Widget by LinkWithin

2 comentários:

Peru disse...

Infelizmente li o texto.

Que coisa ridícula.

Fugindo do desvirtuamente da palavra "herói" que aconteceu no texto do japa lá, sabe o que é treinar num esporte a ponto de se tornar o melhor do teu prédio?

O melhor do teu bairro?

Imagina como alguém se torna o melhor do mundo...

Fábio Henrique Carmo disse...

Como eu falei, não estou desmerecendo o feito do César Ciello. Mas há muitos outros heróis no dia a dia que não estampam capas de revista. Uma pessoa que supera um câncer, por exemplo, talvez realize um feito maior que vencer qualquer competição de natação.

Para de ter essa visão limitada da vida, Peru. Existem muitas outras formas de ser um vencedor que não levam aos holofotes da mídia. E esses feitos não são menos importantes. Alguns até talvez sejam mais. O maior vencedor que vi na vida foi um garoto de 12 anos que faleceu vítima de aplasia de medula no último dia 30 de junho.Ah, e eu já disputei competições esportivas. Portanto, sei do que estou falando.